BLOG

  • Bia Rosolino

Principais erros que você não vai mais cometer ao trabalhar suas mídias digitais

O consumidor da era digital é outro. Se você não está nas mídias digitais, as pessoas não vão te encontrar, mas podem encontrar seus concorrentes!

Hoje em dia as redes sociais são as maiores vitrines digitais atingindo milhões de usuários.


Se você é uma pequena empresa, pode pensar que isso não é pra você, que sua marca é muito nova, que as pessoas ignoram tudo q posta, que seu público não está lá, que ninguém se interessa pelo seu conteúdo ou até mesmo que os algoritmos não te beneficiam.


A realidade é que se você não está inserido nas mídias digitais de forma estratégica, você pode estar ficando para trás. A boa notícia é que se você chegou até aqui, vamos falar sobre os erros mais comuns ao trabalhar com as redes sociais que você não vai mais cometer!


Existe uma estratégia própria para pequenas empresas que ainda não trabalham com redes sociais e essa estratégia começa com um reaprendizado. Um ponto importante é que qualquer pessoa é capaz de produzir conteúdo para as redes sociais. Tempo, esforço e conhecimento é a chave de sucesso para isso.


Vamos começar falando sobre os principais erros que as marcas costumam cometer ao começar o trabalho com mídias digitais:



1º ERRO : NÃO PRODUZIR CONTEÚDO COM FREQUÊNCIA


Metade da população tem um perfil em alguma mídia social, de acordo com um relatório do global digital. O Brasil é o 2º país do mundo que passa mais tempo navegando. Em média nós brasileiros passamos 225 minutos por dia vendo vídeos, fotos, textos e nos relacionando na internet. Isso são 3 horas e 45 minutos todo santo dia olhando para uma tela (ficamos apenas atrás da Filipinas, caso você esteja curioso). Então isso quer dizer que o seu potencial cliente está lá olhando para uma tela durante todo esse tempo e você poderia estar mostrando a sua marca, se posicionando, criando relacionamento e vendendo seu produto.


Então manter uma conversa ativa, engajando com seu público e incentivando as pessoas a continuarem naquela rede é muito importante! Quanto maior engajamento, melhor posição no algoritmo. Constância é um efeito cumulativo de crescimento do canal que vai trazer resultado no longo prazo.



2º ERRO : FAZER POSTAGENS AUTOPROMOCIONAIS


As pessoas não estão ali na sua rede só para comprar, elas estão ali pra se conectar, se relacionar, encontrar soluções paras suas dores e dúvidas, consumir conteúdo que gere valor ou entretenimento. Conteúdos chatos e institucionais que só focam e vender não tem espaço nos dias de hoje. Quando aparece um desse no seu feed, eu tenho certeza que você corre pra sumir essa tela do seu celular (isso se você não preferir parar de seguir aquele perfil).



A verdade é que ninguém quer ver frases motivacionais ao lado de sua logomarca ou frases que só a sua empresa entender e que só importa a vocês. As suas redes sociais não podem ser portais institucionais.


Aqui que começamos a reaprender. A primeira lição é empatia: se colocar no lugar do outro. Quantas marcas você segue hoje e quantas você acompanha todos os dias? A pergunta que você deve fazer quando estiver montando seu perfil é: “Eu seguiria esse perfil se a empresa não fosse minha?” Não minta para você!



3º ERRO : NÃO TER UMA BOA COMUNICAÇÃO COM SEU PÚBLICO


O que estamos percebendo é que as pessoas gostam de seguir pessoas. Conexão entre seres humanos.


E para se conectar melhor com as pessoas, as empresas estão criando as “Brand personas” ou seja, um personagem, uma ideia ou um conceito que representa bem uma marca e ajuda a conectar com público. Por exemplo a MagazineLuiza, criou a Lu, que é uma personagem, uma grande influenciadora digital que conversa com público, cria memes, entra em discussões sociais, conta histórias e dá muitas dicas de produtos, torna a empresa muito mais próxima de quem está acessando aqueles canais.


Você não precisa gastar rios de dinheiros com desenhos 3D ou com um time de design para construir a sua brand persona. Ela pode ser o seu próprio rosto, rosto da sua equipe. Você pode mostrar seu escritório, lugar onde você trabalha, fazer vídeos, enfim. As pessoas amam saber bastidores, histórias do negócio, dificuldades, conquistas, basicamente quem você é!


Uma marca representa muito mais do que só vender um produto. Uma marca é sobre construir identificação, pertencimento, acolhimento, compartilhar ideias, valores e desejos.


Qual a transformação que seu produto entrega?


Sempre que você for pensar nas suas mídias sociais, você precisa pensar na sua marca. Qual é a construção da sua marca, o que ela está dizendo, qual história está contando para os consumidores, qual experiência você está dando para aqueles consumidores das suas mídias sociais.


4º ERRO : FICAR OBCECADO COM NÚMERO DE SEGUIDORES


Muitas pessoas recorrem a comprar seguidores achando que só terão autoridade depois de ter 10.000 seguidores e isso é um erro muito grave!


Quando você realmente está preocupado em entender seu público, criar conteúdo de valor e não só vender, o conteúdo se torna muito atraente e começa a indicar o seu produto para outras pessoas que vão começar a seguir a sua marca também.

Então não se importe com a quantidade de seguidores que suas redes possuem, gaste se tempo e energia em construir conteúdos relevantes que vão engajar e organicamente você vai conquistar vários novos seguidores!


Agora que você já sabe quais são os principais erros que você não vai mais cometer, bora colocar em prática? Usem e abusem das suas redes sociais para atrair e engajar pessoas que se tornarão lovers da sua marca! Na próxima semana volto aqui com mais dicas sobre como construir redes sociais que engajam! Espero vocês!