BLOG

  • Ítalo Queiroz

O Technês

Você sabe o que é uma API? Sabe o que é banco de dados? E cloud?


Em toda trajetória de usuários que buscam ou utilizam algum sistemas/plataforma esbarram nestes pontos.

Neste artigo quero te ajudar falando sobre 5 termos técnicos, indo direto ao ponto e contribuindo com a sua evolução

no entendimento de todas essas tecnologias que nos rodeiam.


1 - CLOUD


Quando falamos em Cloud, ou Cloud Computing (Computação em nuvem), estamos nos referindo a um conjunto de

soluções computacionais que podem ser adquiridas pagando o valor hora. Sem a necessidade da organização ter que comprar

todos aqueles equipamentos e ter todo aquele time de infra para manter as máquinas em pleno funcionamento.


Mas o que seriam essas "soluções computacionais"? Podem ser máquinas para você, ou seu time, subir arquivos, site, landing pages, aplicações.

Pode ser também um banco de dados para guardar dados salvos pelos usuários ou um drive para guardar seus arquivos e documentos. Para a finalidade

do artigo estes pontos são suficientes para uma introdução, sabendo que neste caminho temos muito mais tecnologia/serviço disponível para "aluguel".


Quando me refiro em "aluguel", quero te trazer o entendimento que para utilizar você precisa pagar um valor mensal variável (dependendo do nível de uso por hora). Esse modelo é muito mais atrativo para as empresas, pois flexibiliza o investimento nos equipamentos computacionais e mantém o foco no desenvolvimento do produto, site, etc.


2 - API


API, a palavra do momento :D

Imagine você a quantidade de softwares, plataformas, sistemas que temos hoje no mercado. Sabendo que cada sistema cuida de uma área ou segmento da sua empresa.

Como fazer com que todas essas engrenagens sejam fluídas e troquem informações? Como dar baixa em seu sistema de estoque assim que você recebe uma nova venda paga?


Existem vários passos para resolver esse desafio, sendo que o mais importante é entender se os sistemas possuiem API, Application Programming Interface (Interface de Programação de Aplicativos).

Ela é a responsável por definir um protocolo de comunicação que auxilia na troca de informações entre os sistemas sem a necessidade de uma intervenção humana. Essa troca de informação pode ser que quando o sistema A gerar um novo pedido, ele precisa notificar o sistema B para dar baixa no estoque. Os sistemas, após comunicação estabelecida, estarão conversando via suas APIs.


3 - INTEGRAÇÃO


Integração segue como a segunda palavra mais utilizada por todos aqueles que desejam definir processos de comunicação entre sistemas. Falamos anteriormente no ponto 2 sobre API e para definir o que é integração da maneira mais simples é: o trabalho de juntar 2 APIs e estabelecer uma comunicação. Utilizando o mesmo exemplo do ponto 2.

Os desenvolvedores responsáveis pela integração, entre o sistema de pedido e de estoque, irão automatizar a comunicação da baixa. De forma prática é desenvolver

um gatilho que realize a baixa do estoque no padrão que o sistema B aceita para estabelecer a comunicação, ou utilizando o technês, aceita a requisição enviada.


4 - FRONTEND e BACKEND


Essas 2 palavras definem a área de atuação do desenvolvedor. Não são as únicas, mas são as mais conhecidas.


Para o termo FRONTEND, podemos definir como toda área visual que o usuário consegue interagir. Desde cores, imagens, formato de letras, animações ao clicar ou realizar um scroll.

Tudo isso fica em responsabilidade dos desenvolvedores com conhecimento em FRONTEND.


O BACKEND é tudo aquilo que roda sem a interação do usuário. Imagine você acessando um formulário, preenchendo seus dados e no final tem um botão "Salvar". Ao tocar no

botão, você envia os dados que informou para o sistema (BACKEND). Esse sistema vai realizar validações e possivelmente cadastrar as informações no banco de dados. Todo esse

processo é feito sem a sua interação, mas precisou de um gatilho que foi o envio do formulário. Para esse processo, precisamos de desenvolvedores com conhecimento em BACKEND.


5 - DEPLOY


Para este termo vou utilizar um novo exemplo.


Quando realizamos um trabalho, podendo ele ser: desenvolvimento de site, um novo módulo do sistema, uma landing page. Após a conclusão desse desenvolvimento, é

necessário colocar o resultado (site, novo módulo) acessível para os usuários. Então é correto dizer que DEPLOY significa: colocar algo na sua posição ou deixar disponível para uso.





O Technês tem vários termos, dentre eles muitos herdados do inglês. Isso pode gerar confusão no entendimento, mas invista seu tempo para aprender e compreender. Vale a pena, a tecnologia está cada dia mais presente em nossa rotina, desde aplicativos que acessamos até plataformas que assinamos.


E ai? quando vamos falar sobre Queries? BI? ChatBot? BUILD?

Olha como temos assunto para um próximo papo.