BLOG

  • Isabella Costa

05 erros que sua marca pode estar cometendo ao tentar gerar valor.


Muitas empresas sentem a necessidade de se reinventar e se adaptar constantemente às mudanças no mercado para que possam sobreviver e prosperar.


Manter-se atualizado sobre as tendências do mercado e à atuação em busca da diferenciação é fator fundamental para gerar melhores resultados para a empresa e para acompanhar as necessidades de seus clientes.


Agir levando em consideração esses elementos, portanto, é essencial para o sucesso do negócio. E todo empreendedor que está antenado sabe que existem alguns erros bobos que influenciam bastante e que não podem ser cometidos quando se está em busca do sucesso.


Então continue lendo e veja alguns erros que devem ser evitados para que você possa explorar ao máximo o seu potencial e aumentar as suas vendas:


1) Não aproveitar a recomendação dos seus clientes mais engajados.

2) Não ter uma plataforma para gerir e ativar essas recomendações

3) Não estar presente nos canais digitais. Hoje 69% das empresas vendem online.

4) Não se preocupar com as altas taxas de abandono de carrinho e baixas taxas de conversão de vendas. 

5) Não ter um atendimento personalizado com interação humana para seus clientes. Hoje 76% dos consumidores desejam ter uma interação humana ao comprar.


Como já falamos por aqui, para alcançar o sucesso é necessário estar sempre se reinventando e buscando novas formas de se destacar no mercado. O caminho é longo, mas alguns pontos são indispensáveis nessa busca. E o People Commerce pode ser a solução que você está buscando.


No People Commerce, a venda acontece de maneira consultiva e humanizada, mas não é por isso que deixa de ser digital. E não é só porque é baseado em ferramentas digitais, mas porque o mindset é digital.


Para as pessoas, o People Commerce é digital porque permite que elas tenham autonomia para recomendar e vender de onde quiserem, quando quiserem, sem necessidade de investimento prévio e tudo através de ferramentas digitais. Para isso, transformamos em geradores de vendas aqueles que são adoradores da marca, clientes mais fiéis, pessoas que já indicam seus produtos/serviços a amigos e familiares e que agora têm um incentivo financeiro para isso.


Para as empresas, o People Commerce é digital pelo alto poder de alcance que tem, pela gestão por métricas, pelo baixo custo operacional, por indicadores em tempo real e pela aproximação que promove entre marcas e pessoas.


Um grande diferencial do modelo é que o cliente tem um lover - que é um adorador e promotor da marca - por perto para auxiliá-lo ao longo de todo o processo de compra, o que torna a experiência do cliente individual e personalizada. Esse acompanhamento tão próximo ajuda muito a baixar a taxa de abandono de carrinho (32% no People Commerce e 88% nos e-commerces).


Ou seja, no People Commerce, a venda é feita por pessoas e para pessoas. A recomendação chega por alguém que conhece o cliente, que tem uma relação de intimidade e confiança com ele e essa proximidade faz a venda ser mais assertiva.


É imprescindível que as marcas usem a tecnologia como sua aliada para expandir e gerenciar o seu negócio, para criar novos canais de venda e ganhar capilarização em novos territórios. 


A tecnologia é uma ferramenta que nos proporciona um leque de oportunidades e não esqueça: O FUTURO É PEOPLE!